• Facebook DiretoDoPlanalto
  • Twitter DiretoDoPlanalto
  • GooglePlus

Ministros indicam voto para excluir Odebrecht e favorecer Temer em julgamento do TSE

brasil eleicoes Manifestações feitas pelos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante o terceiro dia do julgamento da chapa Dilma-Temer indicam que há uma maioria favorável à excluir o depoimento de executivos da Odebrecht do processo, a principal prova da ação que poderia cassar o mandato do presidente Michel Temer e tornar inelegível a ex-presidente Dilma Rousseff.

Até o momento, em intervenções, posicionaram-se a favor desta tese os ministros Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira e o presidente do TSE, Gilmar Mendes. Contrariamente à retirada dessas provas e manter o caso Odebrecht no processo falaram o relator, Herman Benjamin, e os ministros Luiz Fux e Rosa Weber.

A corte deve atender a pedido feito preliminarmente pelas defesas de Temer e de Dilma de que o "caso Odebrehct" não constava da ação movida pelo PSDB no final de 2014 e, por essa razão, foram ilegalmente incluídas no processo.

Nunes Maia disse que houve uma ampliação indevida do processo contra a chapa quando se ouviu depoimentos de delatores da Odebrecht sobre o financiamento da campanha e defendeu que não é possível um mandatário ficar o tempo todo na "alça da mira" de uma ação.

 

 

COMENTÁRIOS

Informamos aos nossos leitores que o Portal Direto do Planalto não se responsabiliza pelas consequências jurídicas sobre as opiniões divulgadas nos campos de comentários, e que as postagens de conteúdo ofensivas serão excluídas do portal.

VEJA TAMBÉM

DIRETO DO PLANALTO
WWW.DIRETODOPLANALTO.COM


Direto do Planalto é uma publicação de MMPL Consultoria, Marketing e Divulgação
Diretor Responsável - Mariano Maciel (Reg. Prof. 005/DRT-AC)
Artigos e matérias assinados são de responsabilidade de seus autores
Fale conosco: (diretodoplanalto2015@gmail.com)

Permitida a reprodução com citação da fonte. © 2014 - 2016  Direto Do Planalto.